Obstáculos de um blogueiro - Cultura do público

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

Olá blogueiros e aspirantes, tudo bem com vocês?

Estou iniciando hoje uma pequena série de artigos nos quais irei falar sobre os principais obstáculos que já enfrentei no mundo dos blogs. O objetivo aqui é muito simples: compartilhar experiências para que todos possam entender um pouco mais sobre o que significa ser um blogueiro profissional e que tipo de dificuldades te esperam pelo caminho.

E o assunto deste primeiro artigo é a cultura do público brasileiro. Digo brasileiro porque os internautas daqui ainda tem um (pré)conceito muito estranho se comparado a outros países onde a profissão de problogger é tida como "normal". Lembro perfeitamente do espanto de uma atendente de loja que perguntou minha profissão e me ouviu dizer: sou blogueiro.

obstaculos blogueiro

Esse tipo de desconfiança é normal até certo ponto, afinal estamos falando de um profissão diferente dos padrões que nossa sociedade está acostumada a ver, porém, o fator que mais pesa negativamente na vida de um blogueiro é o extremo egoísmo e individualismo da grande maioria das pessoas.

O brasileiro de um modo geral é aquele povo que quer se dar bem a qualquer custo e ferrar com a vida do maior número de pessoas possível. Não estou dizendo que isso é uma regra, mas se aplica a uma grande parcela da população. E digo mais, somos um povo mal educado, corrupto e criminoso por natureza, e notem que falei SOMOS, não estou me isentando da culpa não.  Não acredita? Pois bem, deixe-me citar alguns exemplos:

  1. Quem nunca corrompeu uma criança dizendo: "se você se comportar vai ganhar um presente"?
  2. Quem nunca pediu propina pra alguém dizendo: "se você me der tal coisa eu faço tal favor ou serviço"?
  3. Quem nunca furou uma fila?
  4. Quem nunca passou um sinal vermelho?
  5. Quem nunca ganhou troco a mais no caixa e saiu bem quietinho e feliz da vida?
  6. Quem nunca jogou lixo no chão?
  7. Quem nunca fingiu que estava dormindo pra não levantar do assento preferencial no trem ou ônibus?

Você percebeu como todos os exemplos acima visam o benefício próprio? Percebeu como simples atos cotidianos na verdade refletem o que temos hoje na política só que em proporções maiores? Na verdade isso se reflete em todas as áreas da nossa sociedade, inclusive nos blogs e sites.

Somos corruptos por natureza, não por culpa nossa (talvez), mas da maneira que fomos "educados"

Essa cultura individualista é um bloqueio muito grande para nós que vivemos de internet, pois o leitor de um modo geral não compartilha os conteúdos úteis nas redes sociais por querer guardar tudo para si. Não comenta quando tem uma boa ideia pra não "perder" seu pensamento magnífico e assim por diante.

Você percebeu que cerca de 95% do que circula nas redes sociais não é útil em nada para as pessoas?

Ok, talvez o conteúdo produzido pelo Ricardo não seja bom e não mereça ser compartilhado, mas tem tanto blog bacana que não é reconhecido pelo trabalho que chega a ser desanimador. E você, o que pensa sobre isso?

Mais posts desta série

Este post faz parte de uma série, confira tudo que já foi publicado sobre o mesmo assunto.

Sobre o autor

Ricardo Bernardi

Sou técnico em hardware e desenvolvedor web, e sobre estes dois assuntos comecei a compartilhar aulas e artigos, tornando-me blogueiro em 2008. Em 2010 esse hobby virou profissão, e desde então tenho buscado melhorar e profissionalizar cada vez mais os projetos que mantenho na web.

Comentários

Atualmente temos 2 comentários para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • felipemantoan comentou em

    1 - Eu já fiz isso;
    2 - Eu já fiz isso;
    3 - Eu já fiz isso;
    4 - Nunca fiz isso. Minha carteira de motorista só tem 2 anos. Ainda não sou tão V1D4 L0k4.(hue hue brbr)
    5 - Nunca fiz isso, nasci na era dos caixas eletrônicos;(Até mesmo a atendente mais tapada sabe ler).
    6 - Eu já fiz isso;
    7 - Sempre fui um duro, nunca tinha dinheiro pro ônibus.

    A corrupção humana não tem limites!

    Responder

Deixe seu comentário