7 motivos para enviar email marketing + dicas extras

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

Você que acompanha o RBtech já deve ter percebido que em lugares específicos do nosso blog há formulários para inscrição em uma newsletter semanal, na qual são enviadas as novidades do blog e dicas exclusivas para os assinantes dessa lista. A criação de listas de emails com pessoas interessadas no seu conteúdo é de fundamental importância para manter projetos online ativos, além é claro, de permitir a divulgação de novos produtos ou serviços para um público alvo bem segmentado.

A grande maioria dos blogueiros ainda não é adepto dessa técnica, sendo a maior parte por não conhecer o suficiente sobre as grandes vantagens que uma boa campanha de email marketing pode trazer para seu blog. No artigo de hoje, vou explicar porque você deve começar a planejar campanhas com urgência para seu blog.

7 motivos para enviar email marketing

  1. 90% dos usuários de internet tem ao menos uma conta de email.
  2. 70% deles olham seus emails mais de cinco vezes por dia.
  3. Existem 3 vezes mais contas de email do que a contas do Facebook e Twitter somadas.
  4. Quem recebe newsletter gasta em média 80% a mais do que quem não recebe.
  5. No ambiente corporativo o uso do email é 25 vezes maior do que as redes sociais.
  6. O retorno do investimento em email marketing pode chegar a 5.000%.
  7. 50% das pessoas que recebem promoções por email fazem ao menos uma compra por ano.

Então, convencido da importância do email marketing ou ainda não? Ok, agora quero aproveitar o assunto para dar também algumas dicas para não "queimar seu filme" logo nas primeiras campanhas.

email marketing

Não compre listas de emails

Esse é o pior erro que alguém pode cometer, e que é repetido por milhares de blogueiros todos os dias. Responda: de que adianta enviar um email para uma pessoa que não tem interesse no conteúdo que você produz ou no assunto que você aborda?

Se você for um pouco esperto irá concluir que o resultado será praticamente nulo. Crie sua lista de emails a partir do seu blog, capturando endereços de seus visitantes, ou seja, de quem realmente está interessado naquilo que você publica.

Faça manutenção da sua lista

As boas ferramentas de envio de email marketing oferecem automaticamente esse tipo de recurso, mas caso a sua não tenha vale a dica: regularmente faça uma limpeza em sua lista de emails, removendo os chamados bounces, ou seja, endereços que retornam erros quando você envia uma mensagem.

Esses bounces são na verdade endereços de email que não existem mais ou então que estão incorretos, e enviar mensagens insistentemente para esse tipo de endereço faz sua reputação na web ficar abalada. Isso acontece porque os servidores de envio verificam a qualidade dos envios e podem penalizar quem envia emails em massa para endereços incorretos, uma vez que isso pode caracterizar compra de listas de emails.

Seja pessoal

Quando enviar uma campanha, não coloque o nome do seu site como remetente, ao invés disso use seu nome. A taxa de abertura de emails enviados pelo Ricardo Bernardi é 25% maior do que os enviados pelo RBtech.

Isso acontece pois as pessoas se relacionam com outras pessoas e não com uma "marca" (eu juro que pensava o contrário disso). Se junto com o endereço de email você tiver o nome da pessoa, use isso na hora de enviar suas campanhas, fazendo assim um direcionamento mais preciso do seu conteúdo.

Envie com moderação

O motivo que mais levas as pessoas a se descadastrarem de uma lista é a frequência de envio muito alta. Não seja chato, envia apenas um ou dois emails por semana e mantenha seus inscritos felizes em sua lista.

Lembre-se da frase que diz: "menos é mais".

Pense muito bem no assunto do email

Escrever o assunto para uma campanha de email marketing é muito mais complicado do que parece, isso porque o assunto do email irá impactar diretamente na taxa de abertura das mensagens. Procure em primeiro lugar ser coerente e fazer assuntos relacionado com o conteúdo da mensagem.

Crie assuntos curtos e que estimulem a curiosidade dos leitores para saber o que há naquele email. Aqui não há uma formula mágica (apesar de muitos "especialistas" dizerem que haja) e é preciso testar incansavelmente até chegar a uma boa tática para criação de assuntos.

Diga porque a pessoa está recebendo aquele email

Suas campanhas devem obrigatoriamente conter uma nota (pode ser no rodapé da mensagem) dizendo porque a pessoa está recebendo aquela mensagem. Essa nota será algo do tipo:

"Você está recebendo este email porque cadastrou-se no site www.rbtech.info."

Isso é fundamental para que sua credibilidade seja mantida, uma vez que a pessoa pode não lembrar do seu site e acabar marcando suas mensagens como spam, prejudicando assim futuras campanhas enviadas por você.

Ofereça opção de descadastramento

Isso não apenas uma dica, é lei. Toda mensagem enviada através de campanhas de email marketing deve oferecer uma forma de descadastramento ao usuário, permitindo assim que ele interrompa o recebimento de tais emails caso não os considere relevantes.

Mas mais importante do que oferecer essa opção, é você como blogueiro respeitar ela. Digo isso pois há pessoas que, mesmo após um leitor solicitar descadastramento, continuam enviado mensagens.

Dica bônus: aprenda com sua caixa de entrada

Você deve receber todos os dias dezenas de emails com "ofertas imperdíveis" ou "super oportunidades" em sua caixa de mensagens, acertei? Garanto que muitas delas você nem sabe de onde vem, acertei de novo? Aposto ainda que você já se descadastrou e continuou recebendo os mesmos anúncios mesmo assim, correto?

Aprenda com isso e não seja um completo idiota como essas pessoas que enviam spam para listas de emails compradas e sem relevância. Na hora de enviar uma campanha, pense naquilo que VOCÊ gostaria de receber ao invés de pensar em obter lucro a qualquer custo.

É mais importante deixar de fechar um negócio hoje e manter uma pessoa em sua lista, do que forçar a barra e perder um possível cliente para sempre.

Sobre o autor

Ricardo Bernardi

Sou técnico em hardware e desenvolvedor web, e sobre estes dois assuntos comecei a compartilhar aulas e artigos, tornando-me blogueiro em 2008. Em 2010 esse hobby virou profissão, e desde então tenho buscado melhorar e profissionalizar cada vez mais os projetos que mantenho na web.

Comentários

Atualmente temos 3 comentários para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • Bruno comentou em

    Da onde esses dados foram tirados? Você pode por favor postar as fontes?
    Porque se não, eles não tem relevância alguma, iria usar com base em um trabalho acadêmico, mas precisarei descartar.

    Responder
  • Olá Ricardo,

    Muito legal as dicas, apesar de saber dessas políticas e práticas, algumas delas esclareceram bastante o meu entendimento em procurar sempre enviar e-mails segmentados e principalmente para quem realmente se interessa ou tem a intenção de se interessar pelo conteúdo exposto!

    Saudações,

    Responder

Deixe seu comentário