Dicas para fazer vídeo aulas profissionais

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

Estudar via internet é uma realidade já a bastante tempo, e o RBtech é uma prova disso. Todos nós temos cada vez menos tempo para ir à escola ou faculdade, e por isso a web ganha cada vez mais espaço na área da educação.

Seja porque você quer compartilhar um pouco daquilo que sabe ou então ganhar algum dinheiro vendendo cursos na rede, mas o fato é que cada dia mais blogueiros e youtubers começam a produzir aulas em vídeo sobre os mais variados assuntos. Mas o "Q" da questão aqui é que o público que consome esse tipo de conteúdo está cada vez mais exigente, portanto, se você não tiver um bom material para oferecer, suas chances de fracassar são muito grandes.

Eu fiz meu primeiro vídeo lá em 2010, e desde então passei a me preocupar muito mais com a questão didática do material que produzo. Se você assistir uma aula minha de 2010 (não faça isso) e uma aula atual, verá que a forma como os conteúdos são ensinados mudou drasticamente, e para melhor (eu acho).

Isso aconteceu pois, além de ouvir sugestões, eu estudei sobre como ensinar. O que eu quero dizer, é que ao invés de somente me preocupar com o conteúdo propriamente dito, eu passei a dar mais importância à forma usada para ensinar os outros. Nesses 4 anos eu aprendi muitos macetes, e hoje quero compartilhar alguns deles com você.

Dominar a ferramenta usada

Não importa se você vai gravar uma aula usando o Camtasia no Windows ou talvez o Kazam no Linux, o que realmente importa é saber os recursos que essa ferramenta lhe oferece e também suas limitações. Conhecer a fundo o software usado irá facilitar muito o processo de criação de conteúdo, uma vez que você sabe o que realmente pode ser feito com ele.

O mesmo vale para a edição, estude sobre o programa que pretende usar, aprenda dicas e truques importantes e úteis, converse com outros produtores para descobrir algo novo. Ninguém nasce sabendo e o caminho do conhecimento é longo.

Domínio sobre o conteúdo

Antes de querer ensinar algo, tenha humildade suficiente para aprender sobre o assunto. Fazer aulas sobre temas que você não tem um conhecimento sólido, somente irá abalar sua credibilidade na web, e olha que os alunos percebem claramente quando o instrutor não domina o assunto da aula.

Quando se sentir inseguro em relação à um assunto, mas mesmo assim decidir gravar um vídeo, faça um teste antes com o procedimento a ser ensinado. Com isso, você não é pego de surpresa durante a aula com algum erro ou situação que não estava prevista no seu planejamento. Além do mais, você fará a aula com mais segurança quando já executou aquela tarefa outra vez antecipadamente.

Crie uma pauta antes de gravar

checklist

Muitas pessoas são adeptas do roteiro, mas eu particularmente prefiro a pauta por achar que o vídeo fica mais natural e fluente. Pra quem não sabe, roteiro é quando tudo que será falado no vídeo é escrito e você simplesmente (decora) lê tudo que precisa ser dito/feito na aula, enquanto pauta é uma espécie de lista com os assuntos principais que você deve explicar usando suas próprias palavras.

Além disso, ao usar um pauta de assuntos, a possibilidade de esquecer algum assunto importante em sua aula é reduzida a praticamente zero, coisa que não acontece quando você simplesmente pega seu microfone e começa gravar o que vier na cabeça.

Crie um padrão de gravação

Ter aulas padronizadas é fundamental para fidelizar seu público, afinal de contas, se a cada aula sua o volume estiver diferente ou a qualidade/resolução do vídeo sofrer mudanças perceptíveis, possivelmente seus alunos ficarão receosos, pois não saberão o que virá em aulas futuras.

Usar linguagem formal em uma aula, e falar muitas gírias em outra também é prejudicial, decida-se! Ah, e por falar em gírias, evite o excesso delas e também os "vícios de linguagem", que são aquelas expressões repetitivas que muitos falam durante os vídeos (né, então, tipo, entende, sabe, etc) que acabam por tornar a aula muito chata.

A edição dos vídeos também deve seguir uma linha de semelhanças, principalmente quando for uma série de vários vídeos sobre o mesmo assunto.

Áudio impecável

Um aluno até assiste uma aula cuja imagem não seja boa, mas se o áudio for ruim ele não suporta nem 30 segundos. Dê uma atenção especial ao áudio de suas gravações, procure fazer um tratamento digital (se necessário) a fim de melhorar o tom de voz e volume final, mas atenção, crie um perfil de edição para isso, caso contrário cada aula ficará diferente da anterior.

Usar um microfone ou headset de boa qualidade também é fundamental para, além de gravar áudio de qualidade, reduzir os ruídos e interferências externas durante a gravação.

E já que estamos falando de áudio, se você é daqueles que faz vídeos sem áudio, escrevendo os procedimentos no bloco de notas durante a gravação, faça um grande favor para todos nós: NÃO PUBLIQUE VÍDEOS SEM ÁUDIO. Se quer fazer, faça algo bem feito ou então não faça nada!

Vídeo dinâmico

Suas aulas devem ser objetivas e dinâmicas. O que eu quero dizer é que, quando você for fazer algo demorado durante a aula (um download por exemplo) você deve cortar isso na edição, tornando assim sua aula mais prática para quem assiste.

A mesma coisa vale para aulas de programação, sempre que precisar digitar trechos de código, fique em silêncio e corte a maior parte durante a edição. Isso vai fazer seu vídeo ficar curto mas seu aluno terá muito trabalho para executar o que está sendo passado, dando a impressão de muita produtividade em suas aulas. Uma aula de 15 minutos editada dessa forma pode dar até 1 hora de trabalho ao aluno.

Evite...

Para aumentar suas chances de fidelizar seus espectadores, você, além de observar o que já foi falado anteriormente, deve evitar algumas coisas em suas aulas, veja as principais:

Música de fundo: só porque você gosta de rock, não quer dizer que seus alunos vão gostar de ouvir um pesadão como trilha sonora de suas aulas, estilo musical é coisa pessoal. Outra questão importante é que, a grande maioria das pessoas, não gosta de estudar ouvindo música, então contenha-se.

Messengers abertos nem pensar: se vai gravar uma aula, dedique o momento a isso. Nada de ficar com Skype aberto e emitindo sons e avisos durante a gravação, isso é muito chato pra quem assiste.

Enrolação: vá direto ao assunto proposto no vídeo, nada de ficar mendigando curtidas e shares no início da aula. Se não sabe como estruturar um bom vídeo, aprenda aqui.

Preguiça de falar: falando sério, se você não tem ânimo suficiente para abrir a boca e falar com uma boa dicção, não pegue seu microfone. Vá procurar algo diferente pra fazer, preferencialmente algo que não exija sua voz.

Para concluir

Procure sempre prestar atenção em outros autores que publicam aulas na internet, você tem muito a aprender com eles, seja coisas positivas ou negativas. Procure espelhar-se naquilo que você gosta de ver/ouvir nas aulas e evite ao máximo aquilo que você não gosta.

Não pare no tempo, esteja sempre em constante evolução e aprendizado!

Sobre o autor

Ricardo Bernardi

Sou técnico em hardware e desenvolvedor web, e sobre estes dois assuntos comecei a compartilhar aulas e artigos, tornando-me blogueiro em 2008. Em 2010 esse hobby virou profissão, e desde então tenho buscado melhorar e profissionalizar cada vez mais os projetos que mantenho na web.

Comentários

Atualmente temos 29 comentários para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • ronaldo comentou em

    Olá Ricardo, gostaria de parabenizá-lo pelos artigos que você publica, pois eles realmente trazem dicas muito importantes para melhorarmos a qualidade daquilo que colocamos no ar!
    Estou precisando de ajuda em duas questões:
    1ª: Posso usar um headset Bluetooth para fazer as gravações? Se, sim, como devo fazê-lo para ter uma boa qualidade?
    2º: Existe alguma forma de eu usar esse mesmo bluetooth conectado ao meu pac para fazer uma apresentação ao vivo? Onde posso aprender como fazê-lo?
    Obrigado pela atenção e tenha uma ótima semana

    Responder
    • A qualidade do áudio não depende essencialmente do tipo de conexão do seu dispositivo, mas da qualidade dos componentes de captação (microfone) que ele tem.
      Uma vez conectado o dispositivo ao seu computador você faz o que quiser com ele, isso são configurações técnicas do seu dispositivo específico e devem ser consultadas no manual do mesmo.

      Responder
      • RONALDO ROSA comentou em

        Me desculpe, mas não entendi as suas colocações...Minha conexão é Bluetooth e como fazer para utilizar essa conexão para uma palestra, foi a pergunta?

        Responder
        • O aplicativo que você vai usar para transmitir sua palestra usará um microfone para captar o áudio, se esse microfone for via USB, P2 ou Bluetooth é indiferente. Tudo que você precisa é instalar o microfone no seu computador/sistema operacional e usá-lo para o fim que desejar.
          O que eu disse é que a instalação é um detalhe técnico e que deve ser consultado junto ao manual do produto em questão.

          Responder
  • Laura comentou em

    Acredito que a qualidade de um vídeo é fundamental,mas por vezes é preciso iniciar sem ter a qualidade da qual todos merecem,pois para ser visto e conhecido é preciso colocar a cara a tapa (...) eu por exemplo gravo vídeos e consigo de mil a sete mil visualizações,não tenho equipamento para deixa-los a nível profissional,mas digo a você que o conteúdo do que eu passo faz a diferença . . . e a demanda é grande.
    Estou pesquisando e fazendo de um todo para fazer futuras gravações com melhor qualidade,o que não deixo faltar no momento é ótimo conteúdo,simpatia,otimismo e levar o conteúdo da raiz as folhas e flores a quem interessar.
    Grata por suas dicas,mas tbm deixo uma dica: " Ainda que não se tenha um ótimo equipamento para gravações e produção de um vídeo é fundamental fazer-se visto pelo público alvo,do simples se chega ao sofisticado.
    Grande abraço,Laura'Laurinha.
    Pelotas/RS

    Responder
  • Olá Ricardo, tudo bem?
    Muito obrigado pelo ótimo conteúdo que você disponibilizou sobre gravação de video aulas.
    No momento, gravo minhas aulas de inglês instrumental pelo Camtasia Studio no Windows. Para se honesto, estou muito insatisfeito com a qualidade do áudio e da edição dos videos que produzo. Não tenho muita experiência com este tipo de trabalho e tenho me esforçado para aprender. Ficaria muito feliz se você pudesse dar um feedback sobre minhas aulas e me indicar como posso melhorar a qualidade do audio e qual tipo de microfone de boa qualidade posso adquirir.
    Muito obrigado pela gentileza e ficarei no aguardo,
    ps. Você tem algum curso especifico focado na minha necessidade para indicar ?

    Responder
  • André Fleep comentou em

    Como faço para gravar a imagenzinha no canto da tela e o power point SIMULTANEAMENTE???
    Não quero gravar um e DEPOIS gravar o outro, pois fica muito difícil editar.

    Então:
    1) Como gravar imagem no canto da tela e slides SIMULTANEAMENTE (tipo vídeo-aula)?
    2) Há algum programa que posso usar para retirar a imagem no canto da tela, ou seja, ALTERNAR quando quiser mostrar somente os slides ou somente a imagem?

    Forte abraço :)

    Responder
  • Margarete Bellini comentou em

    Olá, gostei das dicas, gravei algumas aulas como experiencia não ficou muito bom, pretendo melhorá-las, se você puder me enviar sugestões, ficaria muito grata!

    Responder
  • carlos augusto comentou em

    Obrigado pela atenção,
    eu tenho pensado em gravar videos e vender aulas pela internet ha muito tempo, e ate hoje não consegui entender direito como tudo funciona, voce me orientou que eu deveria contratar alguem pra fazer um site pra mim, so que eu não gostaria de ficar dependendo de outra pessoa pra colocar videos e aulas pra vender, como disse não entendo muito disto tudo ainda, sei que existem plataformas de video aulas, onde os alunos se cadastram e estudam, realmente eu me sinto um tanto desorientado, com tudo isto. voce tem ideia do custo para eu encontar alguem pra fazer isto pra mim.

    Responder
    • Acho que você não entendeu, eu disse que você precisa de alguém pra criar o site (plataforma) para seu negócio, depois a administração dessa plataforma fica por sua conta (alimentação com conteúdos e publicações).

      Responder
  • carlos augusto comentou em

    boa noite, eu sou profissional, e trabalho com desenhos de projetos já ha 35 anos tenho uma vasta experiencia, tanto da parte tecnica como da parte de programs para execução dos trabalhos e serviços na area de engenharia civil, ja tentei estudar de tudo pra poder fazer os videos, mas alem de gravar ainda tem que colocar na internet, administrar as aulas eu não entendo muito bem como tudo funciona, vejo seu site, ja me cadastrei e fiz pagaemnto pra estudar as materias de seu site, acho legal, mas não sei como fazer isto funcionar pra mim, com meu trabalho, por onde devo começar, aprender , convtratar alguem para criar um site de video aulas, como colocar o negocio pra funcionar, seu site funciona, o eduk.com.br e um site que acho legal, o mx cursos tambem, mas não sei se isto foi feito pelo responsavel ou se contratou alguem, estes programsas de escola virtual me de uma dica por favor de como fazer funcionar uma escola online de desenhos e projetos de arquitetura. atenciosamente carlos

    Responder
  • Ana comentou em

    Olá. Gostei muito das dicas. E depois dos videos prontos e editados, o que vocês recomendam para quem tem a intenção de vender as video aulas? Gostaria de ter um site onde a pessoa faz um login, paga (via paypal mesmo, ou seja, não vai ser necessário ficar inserindo os dados do cartão lá) e recebe acesso aos videos. Simples mesmo, sem servidor, hospedagem, essas coisas. é possível? O Wix tem um pacote avançado (pago), mas parece que mesmo ainda assim tem algumas limitações. Conhecem um serviço parecido com o Wix onde eu pague um determinado valor por mês ou por ano e possa fazer isso?
    Obrigada.

    Responder
  • Socorro Crespo comentou em

    Gostei muito do seu texto, muito esclarecedor e de grande ajuda para os que estão tentando produzir vídeo aula.

    Responder
  • Paulo Sette comentou em

    Sabes me dizer onde posso fazer upload do meu video para que ele fique protegido e eu possa exibir somente no meu site?? Sei que tem o Vimeo, mas qual é o serviço que permite isso?? sabes me informar?

    Responder
    • Acho que o mais indicado é pegar um serviço dedicado (e pago) para hospedar os vídeos e então criar um player exclusivo para exibir o material no site. Eu usava o Amazon S3 com o JWPlayer.

      Responder
  • Estou no mesmo dilema do Américo, uma solução interessante de interação que o Gustavo Freitas fez em um dos seus cursos (que comprei) é a cada aula um exercício prático, na qual o aluno só ganha a próxima aula se concluir aquela atividade. Estou montando um treinamento baseado nessa estratégia. Onde o aluno faz uma aula super direta (10 minutos no máximo) e como o Ricardo deu o exemplo, fica o resto do tempo na resolução daquele exercício.

    Responder
  • Ricardo Freitas comentou em

    Olá, Ricardo suas são muito boas. sempre tento ser mais rápido e objetivo em minhas aulas, assim sei que os visitantes vão assistir até o final. sem ficar entediados. e sempre falo sobre o fan page e site sempre no inicio da aula!!!

    Responder
    • Ao meu ver está errado: primeiro você oferece algo ao seu público (o conteúdo) e depois que entregou o prometido pede algo em troca (likes, shares, etc). Ou seja, divulgar fan page só no final do vídeo na minha opinião.

      Responder
      • Américo comentou em

        Gostei das discas sobre a estruturação do vídeo perfeito. Concordo com o aspecto sobre primeiro oferecer algo, entregar e depois pedir. Eu tenho mais de 20 anos de Treinamento e este procedimento é o mesmo dentro de Sala de Aula. Somente discordei um pouco, pois na verdade é exatamente onde estou buscando a solução, no tocante ao tempo das vídeo aulas. Hoje eu ministro treinamentos presenciais e estou mudando para treinamentos ON-LINE. Costumo diferenciar CURSO de TREINAMENTO. Treinamento é no mínimo 70% PRÁTICO. Um Curso não chega a 40% de prática.

        Trabalho com Treinamento de Profissional de TI de Alto Nível e ministro módulos com 40h e alguns com 60 horas. Por isso estou fazendo alguns estudos sobre o que os alunos ou ouvintes não gostam nos CURSOS ON-LINE. Descobri que a má qualidade dos conteúdos sendo oferecido na WEB em forma de CURSOS ON-LINE tem despertado receio por parte dos consumidores. Hoje o grande receio é comprar um CURSO de 40 horas para ter que ler texto e assistir 04 vídeo aulas de 10 minutos cada. E eu não trabalho com CURSO trabalho com TREINAMENTO PROFISSIONAL onde as aulas são 30% TEÓRICAS E 70% PRÁTICAS.

        Entrei no seu site em busca de dicas a respeito pois estou em faze final de lançamento de um Portal de Treinamento ON-LINE e estou tentando descobrir mais sobre o assunto e sobre o que andam fazendo por aí. Principalmente na questão de como irei particionar minhas aulas e quanto tempo de duração terão as minhas Vídeo Aulas.

        Li também suas dicas sobre como criar video aulas de qualidade, concordo com tudo que você postou ali. Apenas na questão da estruturação das vídeo aulas não concordo com o tempo de duração que você mencionou, pois eu ministro em Sala de Aula treinamentos de 40 horas que presencialmente duram 05 dias de 8h. É claro que sei que não posso produzir uma Vídeo Aula de 08 horas. E é exatamente sobre esta questão que estou buscando informação. Qual será o melhor modelo. Já sei de antemão que vou ter que particionar o meu treinamento mas penso em Aulas de no mínimo 30 minutos e no máximo 50 minutos cada.

        Em minhas propagandas prometo vídeo aulas dinâmicas. E parte deste dinamismos pretendo buscar em Aulas Presenciais, que vou gravar e editar e outra parte pretendo utilizar alguma tecnologia que me permita gravar a aula exibindo os Slides em PPT (PowerPoint) mas que eu apareça também, ao lado da apresentação.

        Se puder me dar alguma dica a respeito. Serei muito grato.

        Obrigado.

        Responder
        • Treinamentos online e presenciais, apesar de não parecer, tem uma distância muito grande. Muda o público alvo, muda a didática, muda o ambiente, muda praticamente tudo.
          Pra conseguir manter a atenção de um aluno por mais de 30 minutos na web o cara precisa muito bom naquilo que se propõe, e olha que são poucos que conseguem essa façanha. O mundo online que temos hoje segue a ideia de que "menos é mais", principalmente porque estamos em um era em que as pessoas tem cada vez menos tempo (ou não sabem organizar seu tempo) para fazer as coisas.

          A minha visão pode até parecer um pouco confusa, mas no meu entendimento um treinamento de 40 horas não precisa ter 40 horas de aula, desde que ele consiga manter o aluno ocupado por 40 horas com atividades e exercícios. Eu tenho cursos onde de aula mesmo há cerca de 4 horas, mas essas 4 horas geram no mínimo 15 horas de estudo para o aluno, talvez seja uma questão de pensar nisso também.

          Responder
          • Américo comentou em

            Obrigado por seu retorno.

            Estou pensando. Estou pensando mesmo. Suas dicas estão sendo sem dúvidas valiosas. A questão é que o meu Público Alvo, devido a complexidade da Tecnologia que ensino, ainda é reticente quanto ao Treinamento Remoto. É como se não acreditassem que apesar da complexidade o remoto também funciona. Encontrei algumas pessoas que me disseram que acham muito chato. Não tem dinamismo. É claro, e não tem mesmo. Contra fatos não há argumentos. Comprei uns 05 cursos na Web e fui ver o que estão vendendo por aí e descobri que vendem 40 horas de treinamento com 4 horas de Video Aulas o resto é texto para o aluno ler. Isto detona o mercado. Estou pensando em Alguns tipos de solução para isto como: ALTO PREÇO quanto comparado aos concorrentes. TESTE GRATUITO e DEVOLUÇÃO DO DINHEIRO.
            Mas...vamos que vamos.

            Mais uma vez obrigado por seu retorno.

        • Régis Steffens comentou em

          Ola tudo bem Américo,

          Eu sou professor de Cursos Financeiros e gostaria de partir para video-aulas dos cursos, tens como me informar qual a melhor plataforma para utilizar ou qual a empresa que poderia me fornecer o serviço. Qual o seu site? Abraço e sucesso. Régis.

          Responder
          • Prezado Régis,

            Sou diretor da Atrium Training e tornei-me representante exclusivo de uma Plataforma. Eu recebo autores que queira utilizar a Plataforma.

            Tem um custo de Setup e um valor mensal.

            A plataforma é excelente.Meu alunos amam. Se você tiver um tempo, podemos marcar para eu lhe fazer um apresentação e te mostrar os valores.

            Te auxilio em tudo: Página para chamada do Portal, Página no Facebook para Divulgação, Criação do seu Blog se você ainda tiver um, e o Principal, Gravação e distribuição das Aulas através da Plataforma.

            Para entrar em contato use os link do meu site, basta clicar no meu nome logo acima. Tem um ícone do Skype no meu site, basta clicar no ícone que eu te adiciono no Skype.

            Américo Luiz

        • André comentou em

          Américo, o próprio powerpoint faz isso. Vc pode inserir seu video no canto da tela e programar as animações e transiçõez de slides. Aí vc testa a apresentação, e qdo estiver ok salva como vídeo.

          Responder

Deixe seu comentário